A YILPORT Liscont não podia começar o ano de melhor forma. No dia 1 de janeiro atracou no terminal de contentores de Alcântara, em Lisboa, o navio com as quatro novas gruas de cais (Ship-to-Shore Cranes) que passam a estar ao serviço daquele terminal de contentores.

Fabricadas pela empresa Mitsui e carregadas no porto de Oita, no Japão, as quatro novas gruas vêm executar parte do investimento de cerca de 120 milhões de euros, previsto no aditamento ao contrato de concessão do direito de exploração do Terminal de Contentores de Alcântara, celebrado no passado dia 16 de dezembro de 2021.

Totalmente elétricas, cada uma das novas gruas permitirá um alcance de 22 fiadas de contentores a bordo dos navios, estando vocacionadas para operar os Ultra-Large Container Ships, também denominados Super Post Panamax. Com este equipamento aquele terminal passa assim a poder receber navios de última geração, utilizados nas principais rotas marítimas intercontinentais.

Os novos investimentos vão permitir, segundo revela um comunicado da YILPORT:
✓ Minimizar os impactos ambientais resultantes dos processos de movimentação;
✓ Redução generalizada de consumo energético;
✓ Substituição do consumo de combustíveis fósseis por energia elétrica, reduzindo emissões e ruído;
✓ Dotar o terminal de Alcântara de equipamento ambientalmente sustentável;
✓ Adotar sistemas de aproveitamento de energia regenerada pela própria operação nos pórticos de cais e de parque, que permitem recuperar cerca de 20 a 30% da energia consumida;
✓ Reduzir emissões de CO2;
✓ Diminuir os custos energéticos;
✓ Ter melhores condições de segurança;
✓ Aumentar a capacidade de receção de navios de maior dimensão;
✓ Reduzir os custos de transporte na cadeia logística, com ganhos nas exportações nacionais;
✓ Beneficiar de maior eficiência nas operações portuárias;
✓ Atrair novos armadores e mais cargas para serem movimentadas em Portugal.

Na foto (da esquerda para a direita): Alexandre Gonçalves, Diretor de Operações da Yilport Liscont;
Masato Sano, Diretor de Projeto da Mitsui; Inaki Fernandez, Diretor de Projetos da Yilport; 
Yoshiaki Suematsu, Consultor Técnico da Yilport Holding; Carlos Correia, Administrador da APL;
Diogo Marecos, Administrador da Yilport Liscont.
Share This

Partilhar este artigo