A VRC Warehouse Technologies tem em mãos a instalação de um armazém automático junto à nova linha de produção de aviões civis e militares de uma empresa francesa, que quer optimizar as suas operações no processo de entrega de invars, moldes para a fabricação de asas de avião, às diferentes zonas de fabricação e limpeza.

Em parceria com a consultora de engenharia MTORRES, a solução de armazenagem automática desenvolvida pela VRC vai permitir a esta empresa aeronáutica armazenar materiais de grandes dimensões 1850x850mm e com um peso de 130kg. O novo armazém automático, com um total de 190 localizações, e tecnologia miniload, servirá as duas zonas de buffer, com manipulação 100% automática através de transportadores mecânicos destinados a movimentar as bandejas de material entre as diferentes zonas do layout

O buffer principal fornecerá prateleiras a duas zonas: uma totalmente automatizada com robots antropomórficos que recolhem e devolvem o material ao ponto de entrega e uma outra zona semi-automatizada, onde constam vários postos de trabalho para manipulação e limpeza de invars, sendo assistidos por ecrãs HMI fornecidos pela VRC.

Com o objectivo de optimizar os tempos de acesso, será também implementada uma zona de buffer balanceador, com uma capacidade de 30 prateleiras, onde as bandejas são armazenadas temporariamente sem necessidade de regressar ao armazém principal.

No desenvolvimento desta solução, Juan Luis Ciges, responsável do projeto na VRC teve como desafio” melhorar a rastreabilidade e o controlo do material armazenado em tempo real, assim como diminuir os tempos de entrega nas diferentes zonas de produção“, acrescenta ainda que ”projectos, com uma forte componente de engenharia e valor acrescentado, adequam-se à nossa oferta de mini-loads, permitindo a manipulação de materiais sem intervenção humana, como é o caso desta operação centrada em materiais compósitos e de fibra de carbono”.

Share This

Partilhar este artigo