A OLANO Portugal – Logística e Distribuição encerrou 2019 com um volume de negócios no valor 30,5 milhões de euros, um incremento de 4% face ao período homólogo. Estes dados são referentes à soma das actividades da Olano Logística do Frio e da Olano Transportes Portugal e avançadas pela empresa em comunicado de imprensa.

João Logrado, director-geral da OLANO Portugal – Logística e Distribuição, esclarece: «a nossa operação baseia-se fundamentalmente no apoio à industria transformadora e agro-alimentar. Desta forma, recolhemos com regularidade e de acordo com o plano de produção dos nossos clientes, os seus produtos finais, que armazenamos e mais tarde entregamos aos seus clientes finais, sejam eles grandes superfícies ou distribuidores em Portugal, Espanha, França ou Itália». No total, a OLANO percorreu 16,4 milhões de quilómetros em 2019.

Na plataforma logística da Guarda, foram movimentadas mais de 168 mil paletes, 499 mil caixas e 609 contentores. Simultaneamente, foram armazenadas, em média, mais 26.600 paletes por mês. «Este profissionalismo e carinho com que os nossos colaboradores manuseiam os produtos dos nossos clientes, fazem deles verdadeiros agentes de confiança na promoção do Made in Portugal», sublinha o mesmo responsável.

Para 2020, a OLANO prepara um plano de investimentos sem paralelo, que passa pela renovação de frota (através da aquisição de veículos Euro VI), utilização de painéis solares e o aumento da capacidade logística em Portugal e na Itália.

Aos seus 214 colaboradores, a empresa manterá uma política de formação contínua em logística, certificada pela European Logistics Association, Driver Training, boas práticas em qualidade e segurança alimentar, Food Defense, língua inglesa e italiana, organização pessoal e gestão do tempo, acondicionamento de cargas, tempos de condução e repouso, utilização de tacógrafo e regulamentação de transportes de mercadorias. Para os motoristas, a formação em condução económico-defensiva será também uma prioridade.

 

Share This

Partilhar este artigo