A Associação Portuguesa dos Industriais de Calçado, Componentes, Artigos de Pele e seus Sucedâneos (APICCAPS) pretende apostar na Amazon como forma de exportar os seus produtos, segundo revela o presidente da associação, Luís Onofre, ao Jornal Económico. Também a Aicep está envolvida nestes contactos com a multinacional norte-americana, para criar um novo canal de escoamento de produtos.

A presença do calçado português nesta que é hoje a maior plataforma de venda online de produtos do mundo será um passo importante para aumentar as exportações portuguesas, que no ano passado quase atingiram os dois mil milhões de euros, embora tenham tido um decréscimo de 2,7% comparativamente a 2017.

Em revelações anteriores, a APICCAPS explicou que o mercado chinês tem vindo a ter um impacto cada vez maior nas exportações portuguesas e que pretende apostar neste mercado, mas recentemente a Amazon revelou que irá sair desse mercado (dominado pela Alibaba e pela JD) a 18 de Julho, mas continuará a dar destaque ao sector em muitos outros por todo o mundo.

Este contacto feito com a Amazon vem na sequência de um plano de reinvestimento nas exportações, e no dia 9 de Maio já houve um encontro entre as três entidades de modo a tentarem negociar neste sentido, mas ainda não existem informações relativas ao seu resultado.

Share This

Partilhar este artigo