Donald Trump anunciou que pretende aumentar as tarifas de importação em mais de 300 produtos provenientes da União Europeia, entre os quais se encontram produtos que o nosso país exporta para os Estados Unidos da América, podendo estas tarifas vir a custar mais 11,2 mil milhões de euros por ano.

No ano passado, Portugal vendeu 2.878 milhões de euros aos EUA, um aumento de 1,2% relativamente a 2017. Entre os produtos mais vendidos, em sexto lugar, está o vinho, que rendeu ao país 80,9 milhões de euros, e que também se encontra na lista de produtos a sofrer um aumento na taxa importadora dos EUA, juntamente com queijos, azeite e fruta.

Também os artigos têxteis e de vestuário estão incluídos na lista, os quais assumem a quinta posição nos produtos mais vendidos por Portugal, com 92,6 milhões de euros, e mesmo o papel e cartão poderão ser alvo de um aumento, tendo rendido 108,5 milhões em 2017.

Às tarifas não escaparam ainda os aviões da Airbus, sendo que estes poderão vir a sofrer um aumento por terem recebido apoios de países europeus, o que o governante considerou ser prejudicial para a venda de aviões da Boeing, colocando ainda sob ameaça a importação de produtos aeronáuticos provenientes de países onde a Airbus tem produção.

Share This

Partilhar este artigo