A marca Continente tem uma grande notoriedade dentro do Grupo SONAE, mas em 2017, foi o Clube de Produtores Continente (CPC) que se destacou pela positiva, registando um total de compras de cerca de 150 mil toneladas de produtos nacionais, no valor de 260 milhões de euros.

Criado em 1998, o CPC tem como objectivo aproximar a empresa dos produtores nacionais “de acordo com elevados padrões de qualidade e segurança, apoiando os seus associados, de forma consistente e estruturada”, segundo a fonte oficial da multinacional.

Os produtores obtêm, através deste clube, uma via para o escoamento garantindo à SONAE e aos clientes, uma oferta de produtos portugueses de origem e qualidade comprovadas.

O ano passado, a multinacional registou um total de 6.317 milhões de euros em vendas, representando mais 7,6% que no exercício precedente.

De acordo com o Jornal Económico, a multinacional portuguesa está focada na execução das suas linhas estratégicas com o objectivo de consolidar a sua posição no mercado de retalho alimentar em Portugal, bem como manter um perfil de crescimento rentável. Para isso, serão implementadas acções selectivas de reforço da sua proposta de valor em prol dos clientes.

Entre essas acções, destacam-se “o enfoque continuado na competitividade e no incremento da percepção de valor, quer em preço, quer em promoções, preservando, todavia, níveis de rentabilidade e eficiência de referência”, bem como, “a prossecução de iniciativas de reforço da oferta de frescos, promovendo superiores padrões de qualidade, consistência e disponibilidade”, como refere a SONAE.

Share This

Partilhar este artigo