Todos os anos, durante o primeiro trimestre, a Olano está encarregue do transporte de milhares de toneladas de laranjas do Algarve até França. Em 2022 serão 11.000 toneladas desta fruta que a empresa irá transportar para aquele mercado, sendo feitas 500 cargas em cerca de 20 camiões, no pico da operação.

A empresa avança ainda que para esta operação serão percorridos 750.000 quilómetros, o equivalente a 10.000 horas de condução, e um total de 4.500 horas de descanso.

João Logrado, diretor-geral da Olano Portugal, destaca que a empresa está vocacionada para a logística de frio e que o setor agroalimentar é um dos pilares da sua atividade, e revela que neste setor “os produtos frutícolas e hortícolas têm vindo a ganhar, de forma constante, maior peso na nossa atividade, seja na componente do transporte e distribuição, através do nossos 120 camiões, seja através dos serviços de armazenamento cuja capacidade de 45.000 paletes nas nossas bases de operação, na Plataforma Logística de Leixões e da Guarda, proporcionam ao mercado um portfólio de soluções logísticas de grande eficiência, eficácia e segurança”.

O diretor-geral explica que esta operação já ocorre há alguns anos e que resulta de três fatores: “capacidade de planeamento e eficiência em todas as fases da operação, competitividade da solução apresentada e finalmente a fiabilidade dos serviços que asseguramos, resultando no aprofundamento da confiança que o cliente deposita na Olano”.

Share This

Partilhar este artigo