A CS Wind ASM vai investir cerca de 260 milhões de euros nos próximos quatro anos com o objetivo de triplicar a capacidade de produção de torres eólicas e fundações offshore nas suas instalações industriais em Portugal.

De acordo com o jornal ECO, o projeto da CS Wind no Porto de Aveiro é o maior dos 26 contratos fiscais de investimento aprovados na última semana de 2021 pelo governo e o projeto beneficiará de um crédito fiscal de até 16,6 milhões de euros, prevendo ainda a contratação de cerca de 400 pessoas até 2025.

A fábrica dedicada ao segmento offshore tem atualmente uma capacidade de produção inferior a cem unidades por ano e uma área total de 72.000 metros quadrados na Zona Logística e de Atividades Industriais do Porto de Aveiro (ZALI), localizada no município de Ílhavo. O grupo possui também uma fábrica em Sever do Vouga, que fabrica anualmente cerca de 200 torres em terra para serem instaladas em parques eólicos em terra.

Recorde-se que foi o ano passado que a ASM Industries, maior produtora portuguesa de torres eólicas e fundações offshore, foi adquirida pelo grupo da CS Wind, líder mundial no fabrico de torres eólicas. A nova acionista maioritária da ASM Industries revelou na altura que o objetivo da aquisição era reforçar a posição de liderança do mercado de energia eólica offshore europeia.

Share This

Partilhar este artigo