A primeira grande resolução da Dachser para 2022 já foi tornada pública: a partir de Janeiro, o operador logístico irá apenas comprar electricidade gerada a partir de fontes renováveis. A medida, que será adoptada nos 387 centros de transporte e logística e escritórios próprios, distribuídos por 42 países, traduz-se, assim, num aumento da proporção de energia verde da empresa de 60% para 100%.

Através da implementação desta medida, a Dachser irá, paralelamente, aumentar significativamente a sua capacidade de gerar internamente energias renováveis e, como primeiro passo, o operador logístico já se encontra a instalar e a expandir os sistemas fotovoltaicos nas suas instalações logísticas e escritórios europeus. Neste sentido, e até 2025, a capacidade actual irá quadruplicar, gerando mais de 20 mil kWp da capacidade instalada.

“Estamos a implementar duas componentes fundamentais para a construção da nossa estratégia de proteção climática, através de uma mudança para a aquisição de electricidade exclusivamente proveniente de energia eólica, solar e hidroeléctrica em todo o mundo, enquanto expandimos também a nossa própria produção de electricidade verde”, explica Stefan Hohm, Chief Development Officer (CDO) da Dachser.

Eficiência, inovação e responsabilidade inclusiva são os pilares da estratégia de protecção climática a longo prazo da Dachser. As iniciativas da empresa visam à implementação de processos logísticos eficientes, a adopção de metodologias que permitam a economia de energia e a promoção da inovação tecnológica. A multinacional logística acredita que esta é a melhor forma de eliminar os gases de efeito de estufa, de acordo com a meta de dois graus definida pelo Acordo de Paris, bem como as metas de protecção do clima da União Europeia e de muitos outros países.

Para isso, a empresa trabalha em conjunto com os seus clientes e parceiros, que também procuram activamente reinventar a forma como a logística “se move”.

Share This

Partilhar este artigo