A “Presença Feminina – Associação de Apoio à Mulher”, sediada em Santo Amaro, no Funchal, assinou hoje um Protocolo com o Grupo Sousa, numa iniciativa destinada a apoiar aquela associação no transporte de bens essenciais para comunidades locais da cidade de Bissau e Ilha de Bolama-Bijagós, na Guiné-Bissau.

A “Presença Feminina – Associação de Apoio à Mulher” é uma Organização Não-Governamental (ONG) e Instituição Particular de Solidariedade Social (IPSS) que tem como objectivo principal o apoio às vítimas de violência doméstica e defesa dos direitos, promoção e dignificação das mulheres, além de prosseguir outros fins de carácter social, nomeadamente o apoio à integração e inclusão socioeconómica e cultural das comunidades emigrantes residentes na Região Autónoma da Madeira, principalmente as comunidades dos Países da CPLP.

Neste âmbito mantém intercâmbio/cooperação com algumas instituições na Guiné-Bissau para onde pretende enviar até ao final do presente ano um contentor com material escolar, livros, brinquedos, roupas, calçado e outros bens essenciais disponibilizados por diversas instituições parceiras e pessoas particulares.

“Para nós, Grupo Sousa, é muito importante concretizarmos parcerias com instituições de referência, que dirigem o seu esforço para colmatar necessidades das populações mais vulneráveis nos mercados onde estamos presentes. A oportunidade de participarmos neste projecto, que permitirá levar os bens doados ao encontro dos que mais precisam, desde a Madeira até à Guiné-Bissau, bem como o facto de o fazermos integralmente com os nossos próprios meios, terminal logístico, navio, e com envolvimento directo das nossas pessoas, são motivo de redobrado orgulho e reflexo deste nosso compromisso”, disse na ocasião Pedro Amaral Frazão, Administrador e Chief Sustainability Officer, do Grupo Sousa.

O Grupo Sousa, que há 35 anos vem desenvolvendo actividades como operador marítimo-portuário, de logística e energia, assegura linhas marítimas e cadeias logísticas regulares entre Portugal Continental, as Regiões Autónomas dos Açores e da Madeira, Canárias, Cabo Verde e Guiné-Bissau.

De referir ainda que o Protocolo foi assinado hoje, quando se assinala o Dia da declaração de Independência da Guiné-Bissau (declarada em 24 Setembro 1973, reconhecida em 10 de Setembro 1974).

Share This

Partilhar este artigo