A Huub, startup tecnológica portuguesa que opera na área da logística para a indústria da moda, foi adquirida pela Maersk.

“Com a aquisição da Huub, o objectivo da Maersk passa por tornar Portugal num centro tecnológico estratégico, com o objectivo de atrair talento nacional e competir com várias outras empresas que instalaram as suas divisões tecnológicas no nosso país”, explica a empresa portuguesa, em comunicado à imprensa.

Por cá, o CEO da Huub, Tiago Paiva, mantém-se na liderança desta nova unidade de negócio do grupo Maersk, juntamente com os restantes fundadores. Tiago Paiva assinala que “a Huub tem dois grandes propósitos: disrupção e escala” e “o caminho conjunto com a Maersk representa ambos”.

Não são conhecidos os valores da operação, mas é avançado que no conjunto das três aquisições que a Maersk fez recentemente no sector – a Huub e outras duas empresas – foram investidos cerca de mil milhões de dólares. A compra da startup portuguesa insere-se nos planos da multinacional em investir na logística associada ao comércio electrónico.

“Com esta aquisição dotamos a organização de talento tecnológico de classe mundial. Além disso, a excepcional plataforma desenvolvida pela Huub para os vários canais de venda vai permitir aos nossos clientes um maior foco no seu negócio e uma excelente experiência para o consumidor final”, afirma o vice-presidente executivo da Maersk, Vincent Clerc, de acordo com a mesma fonte.

Share This

Partilhar este artigo