No ano em que o Grupo Garland comemora 245 anos, Mark Dawson é agora anunciado como o novo presidente executivo.

Apesar do rumo positivo que o grupo tem seguido, a administração sentiu ser necessário acautelar o futuro e preparar a
renovação da gestão da empresa. Mark Dawson sucede assim a Peter Dawson enquanto presidente executivo e acumula a liderança da área de Navegação. Peter Dawson sucede a Bruce Dawson na função de Chairman, cessando este a sua actividade profissional depois de 50 anos de uma carreira que ficará indelevelmente ligada à história de sucesso da Garland, mantendo-se nos órgãos sociais da empresa como presidente da assembleia geral.

Continuam administradores Ricardo Sousa Costa, liderando as áreas da Logística, Marketing & Comunicação e Infra-estruturas; Margarida Palos, liderando as áreas Financeira, Recursos Humanos e Qualidade; e Giles Dawson, liderando as áreas de Transportes e Sistemas de Informação.

Mark Dawson representa a quinta geração da família na liderança do grupo, a qual foi precedida por quatro gerações da família Garland. A trabalhar na empresa desde 1992, o novo CEO começou o seu percurso profissional nas instalações do Porto, onde permaneceu dois anos, exercendo, nesse período, funções no armazém, nas operações transitárias, na contabilidade e na área comercial.

Em meados de 1994, assumiu a gestão do antigo armazém da empresa localizado em Lisboa, liderando depois a sua passagem para o centro logístico da Abóboda (Cascais) e o crescimento das operações nas novas instalações. As áreas marítima e aérea surgiram no seu currículo no final dos anos 90, tendo ainda sido responsável pelo lançamento do transporte bulk como área independente.

O novo milénio marcou a integração de Mark Dawson no conselho de administração do Grupo Garland, tendo um ano depois assumido a coordenação da área de Navegação e das áreas marítima, aérea e bulk da Garland Transport Solutions, empresa de transportes do grupo, gestão que mantém até agora.

Em 2014, foi responsável pela internacionalização da Garland, ao abrir os escritórios da Garland em Espanha e Marrocos. “A nossa estratégia passa por concluir a reorganização do grupo nas Strategic Business Units (SBU) de Logística, Transportes e Navegação e continuar a investir para melhorar a eficiência das nossas operações, nomeadamente através da inovação tecnológica e da formação contínua das equipas da Garland”, aponta Mark Dawson. O novo CEO da Garland acrescenta: “o nosso objectivo é que as nossas SBU cresçam de modo sustentado, focando-se numa estratégia de longo prazo”.

Mark Dawson recorda que nenhuma pessoa viva alguma vez assistiu a uma pandemia como a que ainda combatemos e agradece aos colaboradores pela resiliência, trabalho de equipa e força de vontade que têm demonstrado para ultrapassar todas as dificuldades resultantes desta crise. “As principais características que nos distinguem é sermos uma equipa com valores, humanismo e desejo de sermos sempre melhores”, conclui.

Share This

Partilhar este artigo