Foi ainda no terceiro mês do ano que Ana Carvalho foi nomeada purchasing and storage manager da Bresfor – Indústria do Formol, SA., onde já se encontrava no cargo de logistics manager desde o final de 2018. A mudança de área não intimida a nova responsável, pois antes de chegar à logística esteve no retalho durante quase três anos, mudando não só para uma área diferente como para um modelo diferente: do B2C para o B2B.

Embora a mudança de cargo se tenha devido a uma necessidade interna da empresa, Ana Carvalho encarou estes primeiros meses “com motivação”. Revela que “foi com enorme satisfação que assumi este novo desafio” e não esconde mesmo que “sempre tive fascínio por esta área, tendo a oportunidade de trabalhar com diferentes pessoas e de contribuir para uma melhor eficiência da organização”, destacando desde logo as melhorias ao nível dos custos e a de todos os processos associados à entrada e saída de produtos no armazém.

“Na logística, área onde comecei na Bresfor, assumi a responsabilidade de comunicar com o exterior de modo optimizar os custos de transporte associados ao movimento dos nossos produtos, tendo muito pouco conhecimento da parte interna da fábrica e de todos os processos associados às várias operações e sectores da mesma”, conta-nos Ana Carvalho, vindo a assumir agora um novo desafio associado às compras e gestão de stocks, “um ano depois do início da pandemia”.

“Relativamente ao período de incerteza em que vivemos, penso que de um modo geral, e falando também do meu caso em particular, aquilo que o COVID-19 nos trouxe, a nós e às organizações, poderá ser muito maior do que aquilo que pensamos”, defende a responsável, “aprendemos a ser mais resilientes, a investir mais em nós, a encontrar mais soluções para os nossos problemas, a adaptarmo-nos melhor ao nosso meio ambiente, ao próprio local onde trabalhamos, a gerir melhor o nosso tempo e as nossas emoções e a trabalhar ainda mais sob pressão”.

Share This

Partilhar este artigo