A Glovo está a consolidar a operação do Quick-Commerce no armazém urbano em Lisboa e estima abrir mais 16 nos próximos três meses, expandido o Q-Commerce para o resto do país, alcançando assim novas cidades, como o Porto.

Estas micro-lojas incluem ainda o SuperGlovo, um supermercado de conveniência que tem aumentado o número de referências disponíveis desde o seu lançamento e registado uma procura crescente por produtos frescos, como frutas e legumes.

Portugal foi o país onde a categoria de Q-Commerce da Glovo mais cresceu, representando um crescimento de 940%, um aumento de utilizadores superior a 517% face ao período homólogo, de acordo com o comunicado da marca.

“A Glovo é, desde sempre, mais do que uma app de entrega de comida, e por isso julgamos que ao impulsionarmos o Q-commerce estamos a dar um passo considerável nesse sentido. Queremos ser a plataforma líder de comércio local on-demand para que qualquer utilizador possa comprar qualquer produto da sua cidade praticamente de imediato, quando e onde quiser”, explica Ricardo Batista, country manager da Glovo em Portugal.

Na unidade de Q-Commerce já foram investidos mais de 20 milhões de euros, aos quais se juntaram mais 100 milhões da plataforma suíça Stoneweg para desenvolvimento de infra-estruturas em diversos países, incluindo Portugal.

Share This

Partilhar este artigo