No que diz respeito à sustentabilidade e ecologia, a MEWA quer assumir uma função pioneira e é a primeira empresa alemã, de um grupo de 20 empresas seleccionadas na Europa, com um dos primeiros camiões a hidrogénio do mundo em uso diário.

O fabricante automóvel Hyundai já entregou à MEWA as chaves do primeiro camião de hidrogénio “Xcient Fuel Cell” que, desde finais de Abril, circula sem emissões pelas estradas suíças para fornecer os clientes da MEWA.

Actualmente, o hidrogénio é visto no mundo como uma das fontes de energia mais importantes do futuro e na Suíça, um programa inovador de hidrogénio já é realidade. «O conceito de utilização de hidrogénio para camiões é uma estreia mundial para nós. A MEWA é a única empresa alemã a participar neste projecto até à data», diz Kay Simon, Director de Conceitos de Mobilidade e de Estratégia de Distribuição da MEWA, e acrescenta: «Temos muito orgulho em sermos pioneiros no hidrogénio.»

A utilização de hidrogénio “verde”, ou seja, neutro em CO2 torna este projecto único. É gerado a partir de electricidade neutra em CO2 de centrais hidroelétricas. Assim, as emissões do camião consistem exclusivamente em puro vapor de água. Este ciclo sustentável enquadra-se perfeitamente nas novas estratégias de distribuição da MEWA. «A entrega regular dos panos de limpeza aos nossos clientes e a recolha dos panos usados para lavagem provoca emissões de CO2», explica Kay Simon. «Gostaríamos de reduzir de forma sustentável esta emissão de CO2 da nossa frota. Para o conseguir, a MEWA não está a contar com tecnologias de transição reduzidas em CO2, mas sim com tecnologias futuras sem CO2, como é o caso do hidrogénio».

A Hyundai é o primeiro fabricante a lançar um veículo comercial pesado em série com accionamento a hidrogénio. A capacidade de armazenamento dos sete tanques de hidrogénio permite um alcance superior a 400 km. «É uma poupança de aproximadamente 65 toneladas de CO2 por camião e por ano. Este camião é um elemento-chave importante para o transporte com emissões zero», diz Mark Freymüller, CEO da Hyundai Hydrogen Mobility. O camião “verde” é um passo importante rumo à frota ecológica que a MEWA definiu como objectivo.

Share This

Partilhar este artigo