No futuro, o desafio da gestão do talento consistirá em equilibrar a partilha de novos conhecimentos e competências, com a renovação, readaptação e redefinição das competências disponíveis nas organizações, reforçando o capital de conhecimento da cultura organizacional junto dos colaboradores e parceiros. A progressão de carreira poderá ser tanto lateral quanto vertical, a questão centra-se na forma como se demonstra a valorização pessoal e de competências.

Neste contexto, a GS1 Portugal promove na próxima quarta-feira, dia 12 de Maio, um evento digital subordinado ao tema “Liderança e Gestão do Talento – O futuro do trabalho: reskilling, upskilling & newskilling”. A sessão conta com especialistas da área da gestão de recursos humanos e será dividida em duas partes – um primeiro momento dedicado ao tema “Pessoas, Educação e Mérito” e uma segunda parte com um painel de debate sobre o tema central do evento, moderado por Luís Ferreira Lopes, consultor da Presidência da República para a COTEC e para o Conselho da Diáspora, com a participação da Luís Simões, Grupo SECIL, Nestlé Portugal, Randstad Portugal e Sonae SGPS.

Durante a sessão serão abordados temas como a concorrência do mercado de trabalho, a alteração dos sistemas de remuneração e de compensação, a mobilização e motivação de equipas em teletrabalho, a optimização de recursos e a importância das soft skills.

A participação é livre bastando para o efeito registar-se através do site da GS1 Portugal.

Share This

Partilhar este artigo