A GEFCO anunciou que obteve a certificação de conformidade de boas práticas de distribuição (GDP), por parte da Bureau Veritas, para o transporte rodoviário de medicamentos em Portugal. O Grupo passa assim a estar certificado neste campo de actuação em 19 países.

O mercado da logística farmacêutica está a evoluir e a tornar-se cada vez mais complexo, principalmente neste período de pandemia. À medida que o volume de produtos farmacêuticos com temperatura controlada aumenta e que as regulamentações relativas ao seu transporte se tornam cada vez mais exigentes, o respeito das regras de segurança e o controlo de qualidade destes produtos nunca foi tão crucial.

Nos últimos anos, a GEFCO tem-se comprometido em respeitar os padrões internacionais, tendo em atenção o desempenho, mas também a conformidade, ao mesmo tempo que estende a sua experiência nos mercados locais. Em Janeiro de 2020, o operador logístico obteve a certificação GDP em Portugal, permitindo a esta filial o transporte de produtos farmacêuticos no no nosso país.

Esta certificação é válida por um período de três anos e atesta que a empresa cumpre todos os requisitos da Comissão Europeia no que diz respeito às boas práticas de distribuição de produtos farmacêuticos de uso humano. No âmbito desta certificação, a Bureau Veritas verificou a conformidade das expedições com os requisitos de segurança e qualidade da distribuição, bem como os processos e sistemas de qualidade implementados nas plataformas logísticas do grupo.

“A GEFCO é um parceiro de confiança no transporte de mercadorias sensíveis como produtos farmacêuticos, que requerem um manuseamento especial durante o transporte e a armazenagem. O certificado GDP permite uma total garantia de segurança dos processos na cadeia de abastecimento dos nossos clientes, do fabricante ao paciente, fornecendo uma assistência documental em cada etapa. A melhoria contínua da qualidade do serviço continua a ser uma prioridade absoluta”, refere Jorge Possollo, dIrector-geral do operador logístico.

Share This

Partilhar este artigo