A partir de agora, mensalmente, vamos procurar “medir” a supply chain em Portugal, auscultando a opinião dos nossos leitores sobre temas da actualidade que impactam a supply chain. Desta vez, as atenções estiveram centradas na operação associada à distribuição das vacinas contra a COVID-19.

A distribuição das vacinas contra a COVID-19 consiste num desafio logístico complexo, uma vez é necessário chegar a todo o lado e, simultaneamente, garantir que são reunidas todas as condições para o transporte deste fármaco.

Durante o mês de Março foi disponibilizado no website da SCM um pequeno questionário que visava ficar a conhecer com mais exactidão a opinião dos leitores sobre os pontos mais fortes na logística associada à distribuição da vacina.

O Planeamento foi o aspecto mais salientado pelos profissionais que responderam ao nosso inquérito: 36%. Em segundo lugar, os leitores apontaram a Cooperação como ponto mais forte, arrecadando 20% das opiniões. A Adaptabilidade é o aspecto mais importante para 18% dos participantes, logo seguida da Coordenação com 16% e, por último, a Agilidade a ser considerada por 10% dos profissionais que participaram neste inquérito como o aspecto mais importante a ter em conta.

Pode-se concluir que, do total de votos recolhidos durante o mês de Março, a maioria dos leitores considera o Planeamento o ponto mais forte na logística da distribuição da vacina contra a COVID-19.

Share This

Partilhar este artigo