O projecto Competic, liderado pelo Ministério da Economia e Finanças de Castela e Leão já realizou 140 acções de formação com 1.500 participantes em áreas rurais e 350 diagnósticos personalizados de apoio para impulsionar a utilização das TIC, facilitadores digitais, empreendedorismo e transformação digital do tecido empresarial no Norte de Portugal e nas várias províncias daquela região espanhola.

O projecto desenvolveu-se no âmbito do Programa de Cooperação Transfronteiriça Espanha – Portugal 2014-2020 (POCTEP), procurando avançar ao nível das competências e da transformação digitais de empresas rurais e transfronteiriças, estando envolvidas entidades de ambos os países como a Câmara Provincial de Ávila e a Câmara de Comércio, Indústria e Serviços de Zamora, bem como o Instituto Politécnico de Bragança e a Associação Empresarial do Alto Tâmega (ACISAT).

Estas acções têm por base workshops que tocam em temas como formação básica em soluções digitais, website, loja online, marketing digital, criação de apps, blockchain e criptomoedas, chatbots ou trabalho em cloud, formação na indústria 4.0, os TIC aplicados à bio-economia e eficiência energética, confiança no mundo digital ou cibersegurança, entre outros.

Ao nível dos diagnósticos, o Competic procurou avaliar o nível de digitalização de empreendedores autónomos e de micro-empresas de âmbito rural, para perceber as suas necessidades neste sector e identificar melhorias que se poderiam implementar para aumentar o seu nível de digitalização, tendo efectuado um total de 350 diagnósticos personalizados, tendo ainda desenvolvido actividades como o Clube de Empresários para promover uma cultura empreendedora no meio rural.

Share This

Partilhar este artigo