A Olano Portugal – Logística e Distribuição acaba de anunciar que se constituiu como Entreposto Aduaneiro, entre as suas instalações na Plataforma Logística do Porto de Leixões e a Plataforma Logística da Guarda, ou seja, é um local controlado pela Autoridade Tributária e neste podem ser apresentadas e armazenadas mercadorias, sob responsabilidade da Olano.

Este anúncio, para além de aumentar a capacidade de prestação de melhores serviços ao nível do trânsito de mercadorias, evita custos adicionais com deslocações e movimentação de cargas entre o local de produção e outro local de apresentação das mercadorias à exportação, e ao nível da importação, permite fazer o desalfandegamento, sendo que caso exceda o tempo de depósito temporário pode passar imediatamente à situação de entreposto, sem necessidade de movimentar fisicamente as cargas.

Este novo Entreposto Aduaneiro apresenta todos os estatutos, desde Armazém de Exportação e Depósito Temporário, permitindo assim assegurar uma maior celeridade no trânsito de mercadorias, maior agilidade nos procedimentos tributários e maior competitividade.

João Logrado, director-geral da empresa, comenta que o estatuto de “Entreposto Aduaneiro é o culminar de uma ambição que há muito traçamos como objectivo e demonstra o nosso empenho em servir cada vez melhor os nossos clientes e o mercado”.

Share This

Partilhar este artigo