A Colquímica Adhesives irá inaugurar uma unidade industrial na Carolina do Norte, nos EUA, com um armazém com dimensão superior a 3.800 metros quadrados, permitindo armazenar cerca de 3.500 paletes, através de um investimento de cerca de 12 milhões de dólares.

De acordo com João Pedro Koehler, CEO da empresa, esta aposta veio “afirmar a Colquímica Adhesives como organização verdadeiramente global, assegurando a expansão das operações para o continente americano, com particular foco nos mercados norte-americano, mexicano, canadiano e latino-americano”.

A agilidade da cadeia logística da empresa tem sido uma das suas principais prioridades nos últimos anos, como explica o responsável, confessando que este foi um dos principais objectivos subjacentes à nova fábrica nos EUA, mas reflecte-se igualmente no recente investimento aplicado na unidade industrial em Poznan, na Polónia, onde dispõem, desde o final de 2020, de um centro logístico.

“Planeamos continuar a investir nesta unidade, projectando para este ano, um aumento significativo da capacidade produtiva, a aposta na robotização e na gestão inteligente de stocks. Para nós, a gestão logística é um elemento fundamental da oferta de valor que entregamos ao cliente, pelo que temos procurado optimizar continuamente os processos e meios que utilizamos”, afirma João Pedro Koehler.

No que diz respeito a desafios, a curto e médio-prazo, o CEO refere que o maior passará por integrar de forma eficaz as ferramentas tecnológicas na cadeia de abastecimento, garantindo que se traduzem em valor acrescentado para os envolvidos. “Este processo será decisivo na melhoria de uma experiência que conhece, actualmente, um enorme nível de complexidade, em particular para organizações com operações globais”.

Share This

Partilhar este artigo