Sales and Operations Planning (SOP) é um processo empresarial de comunicação e tomada de decisão muito utilizado em empresas de alto desempenho em diferentes indústrias, onde é crítico o balanceamento entre a capacidade de produção/abastecimento e a procura desses bens ou serviços. É muito comum o SOP integrar num único plano com visibilidade para todos os intervenientes, os planos financeiros, de desenvolvimento de produto, de cadeia de abastecimento, logística e procura.

O objetivo principal é satisfazer a procura otimizando os recursos no lado do fornecimento. Normalmente este processo cíclico divide-se em cinco momentos:

1 – Avaliação da situação e análise (exemplos de tópicos cobertos neste momento: encomendas colocadas, níveis e capacidade de produção, capacidade de distribuição, níveis de serviço);
2 – Atualização e ajuste de planos de procura (exemplos: revisão de desempenho versus plano, atualização de previsões de procura, proposta de alteração dos níveis de inventários);
3 – Atualização e ajuste dos planos de produção e fornecimento (exemplos: revisão de desempenho versus plano, atualização dos planos de capacidade, produção e distribuição, proposta de alteração dos níveis de inventários;
4 – Momento colaborativo, onde o lado da procura e do abastecimento se reúnem para concordarem nos problemas e riscos, rever os planos em conjunto, identificar alternativas e planos de contingência, priorizar e atingir consenso em relação a propostas a levar para o momento seguinte;
5- O momento executivo: é o momento da tomada de decisão, onde se selecionam alternativas e se resolvem disputas. É neste momento que se devem tomar decisões e comunicar de uma forma clara a atribuição de responsabilidades para a execução do SOP único até ao próximo ciclo.

Existem inúmeros benefícios da implementação de um processo destes. Uns mais evidentes, como o aumento dos níveis de serviço, a redução dos custos logísticos, a redução de inventários na cadeia e a eficiência das fábricas. Outros, aos quais chamaria invisíveis, tais como a melhoria do trabalho em equipa e comunicação, a tomada de melhores decisões, uma responsabilização dos intervenientes mais transparente, e a abertura de uma janela para o futuro.

O que é que isto tem a ver com a processo de vacinação do COVID-19? Muito, a acreditar nas notícias que têm saído recentemente sobre o tema. Desde constrangimentos na produção, na distribuição, na administração das vacinas, até à falta de critério e responsabilização dos intervenientes (governos, UE e indústria). Parecem-me tudo problemas típicos que um processo robusto de SOP – processo de comunicação e tomada de decisão -poderia ajudar a resolver e a contribuir para que as populações sejam vacinadas o mais rapidamente possível, e ao mesmo tempo otimizar recursos.

Pedro Silvino, Business Operations Director | Meight

Share This

Partilhar este artigo