Depois de ser o seu operador logístico durante 11 anos, a FM Logistic escolheu a tecnologia da Brother para continuar a melhorar o seu sistema de gestão de armazenamento. A empresa global de logística instalou seis impressoras portáteis de etiquetas RJ-4250WB – uma parte nos empilhadores e outra parte para utilização individual – para imprimir etiquetas em qualquer momento e lugar, aumentando assim os pontos de impressão disponíveis.

 “Tendo em conta que a etiquetagem e identificação são fundamentais para o sector onde trabalhamos – sobretudo na actividade de armazenamento – precisávamos de implementar uma solução avançada de identificação e localização de mercadorias, que se adaptasse ao nosso novo sistema de gestão de armazenamento”, explica José Cobollo, responsável de contas da FM Logistic. “Precisávamos de uma solução portátil de impressão de etiquetas para identificar correctamente os produtos que entram e saem em qualquer momento e lugar, e para que os colaboradores pudessem desempenhar o seu trabalho de forma mais eficiente, flexível e sem erros”.

As impressoras de etiquetas anteriormente utilizadas pela FM Logistic não se adaptavam às necessidades do novo sistema de gestão de armazenamento que, entre outras coisas, exigia uma identificação portátil. Além disso, estavam num ponto fixo, por isso, os colaboradores tinham de recorrer a ele sempre que precisavam de imprimir etiquetas. Este era o grande desafio: manter a produtividade dos colaboradores e a fiabilidade da informação das etiquetas, uma vez que existia o risco de se utilizar uma etiqueta errada, que estava no meio de uma pilha de etiquetas impressas, no único ponto de impressão disponível.

Graças à instalação das impressoras portáteis RJ-4250WB da Brother, a FM Logistic optimizou os tempos durante os processos de entrada e saída de mercadorias – que são agora mais rápidos, seguros e fiáveis e também conseguiu aumentar a fiabilidade da informação contida nas etiquetas. A produtividade dos seus colaboradores melhorou e os tempos de preparação reduziram drasticamente. Além disso, a migração do novo sistema foi simples e rápida graças à compatibilidade das impressoras da Brother com o software já existente na empresa.

“A migração para um novo sistema de gestão de armazenamento resultou numa mudança muito importante, tendo implicado a participação de muitas pessoas. Por isso, ter uma solução cuja implementação não nos obrigasse a investir mais tempo do que o necessário, que pudesse ser utilizada a partir do minuto zero e que não desse nenhum tipo de problema foi fundamental para realizar esta migração com sucesso”, continua José Cobollo.

A impressora portátil de etiquetas e talões RJ-4250WB tem um design compacto que torna possível transportá-la para qualquer lugar. Ao integrar a tecnologia térmica de impressão – que não utiliza tinteiros, necessita apenas de rolos de etiquetas – permite maior eficiência e liberdade aos profissionais que estão em constante movimento – já que podem realizar todas as suas tarefas em qualquer local.

Share This

Partilhar este artigo