A PLURAL – Cooperativa Farmacêutica, CRL no âmbito de um Processo Especial de Revitalização (PER) acabou de concluir a aquisição de um conjunto de activos pertencentes à empresa UDIFAR II – Distribuição Farmacêutica, S.A. por cerca de oito milhões de euros em que se inclui, entre outros de menor relevância, o armazém e edifício sede da UDIFAR, localizado no Cacém/Lisboa, o seu automatismo e a marca UDIFAR no que à distribuição grossista de medicamentos diz respeito.

Na sequência desta operação, surgiu uma nova identidade corporativa em que o nome UDIFAR se juntou ao da PLURAL, dando origem à plural+udifar, com a qual a empresa passou a apresentar-se ao mercado desde dia 8 de Fevereiro.

A empresa revela que “Plural e Udifar ficam assim “Unidos pela História”, através da plural+udifar, uma vez que o património material e imaterial da UDIFAR foi integrado no da PLURAL, no que à actividade de distribuidor grossista de medicamentos diz respeito e, desta forma, ao fazer-se o encontro com a história, juntando o ADN da UDIFAR ao da PLURAL, amplia-se o universo do sector cooperativo da distribuição farmacêutica nacional, resultando daqui o seu inquestionável fortalecimento e a sua inegável importância no reforço ao apoio à Farmácia”.

Segundo o Presidente do Conselho de Administração, Miguel Silvestre, “as expectativas da Plural são enormes com esta operação em que incorporámos o nome UDIFAR ao da PLURAL, pois deste modo queremos transmitir claramente ao mercado que a partir de agora à Plural juntou-se também a UDIFAR e tudo o que esta empresa representa no que à distribuição grossista farmacêutica diz respeito, a sua história, os seus valores, a sua identidade corporativa, o que permite à Farmácia olhar a partir de hoje para a Plural e não ver só a Plural, mas sim ver também a UDIFAR. Esta mensagem é muito forte na medida em que ambas as empresas são juridicamente constituídas como empresas Cooperativas pelo que ambas eram detidas por cooperadores que são proprietários de farmácia(s). Atendendo a que a UDIFAR tinha um número muito significativo de cooperadores que não faziam parte da Plural, surge então a natural expectativa de esses cooperadores ingressarem na Plural fazendo assim aumentar significativamente a sua actividade”.

“Com a consolidação deste negócio ganhamos indubitavelmente mais dimensão e uma maior abrangência, criando-se assim os alicerces que nos apontam para um grande futuro pela frente neste limiar de uma nova década que se inicia. Ganhamos mais dimensão porque juntamos o universo dos Cooperadores da Udifar aos da Plural, mesmo não contando com os que já eram comuns e obtém-se um número muito significativo de Farmácias para além de todas as outras que se queiram juntar a nós nesta caminhada. E ganhamos uma maior abrangência, porque institucionalmente o setor Cooperativo nacional sai reforçado, ganha mais lastro, consome menos energia e foca-se mais no essencial que é criar mais valor para as Farmácias e para o país”, conclui o Presidente do Conselho de Administração da plural+udifar.

 

Share This

Partilhar este artigo