Foi em Setembro de 2020 que a Boluda deu início a uma reorganização da sua estrutura e serviços para caminhar para o desenvolvimento planeado para 2021.

“Em Novembro, a Boluda Portugal (POL Leixões) juntamente com Espanha (POL Santander) abriram novos mercados, com a inclusão do serviço para as cidades de Liverpool e Dublin. Para o desenvolvimento deste mercado estas parcerias têm sido fundamentais, tendo-se verificado um crescimento muito positivo”, explica-nos Ricardo Almeida, o director da companhia em Portugal. No início deste ano, surgiu a maior proposta feita pela Boluda Portugal que consiste em três navios mensais dedicados totalmente a Portugal, com um serviço directo para Cabo Verde. A empresa pretende, assim, ser uma referência nas cargas para aquele país africano, possibilitando aos clientes usufruir de uma considerável capacidade de carga, bem como de bons tempos de trânsito.

O novo serviço, que se inicia esta semana (semana 6), caracteriza-se por:

POL: Leixões e Setúbal;

Serviço directo: Praia (7 días) e Mindelo (8 días);

Escalas: 9 em 9 dias (3 navios por mês);

Serviço via Las Palmas: Sal e Boavista;

Xtrades: South&North America + Far&Middle East + Northern Europe com ligação em Leixões e Las Palmas;

Equipamento: Reeer (40´RH & 45´RH) + (PW, OT, FR & others).

Presente em Cabo Verde desde 2017,a empresa considera “fundamental reforçar o crescimento com um serviço directo para Cabo Verde, complementaddo pela ofertapara Senegal, Mauritânia e Guiné Bissau”, frisa ainda Ricardo Almeida..

Share This

Partilhar este artigo