Devido à COVID-19, a quebra de actividade industrial e de consumo afectou negativamente a facturação do sector de transporte rodoviário de mercadorias em Portugal e Espanha, que deverá registar uma queda de cerca de 11% na facturação em 2020, para os 16.800 milhões de euros, segundo os dados da Informa DB.

Este registo surge após um crescimento anual de mais de 4% no período de 2017 a 2019.

O valor do mercado ibérico de transporte rodoviário de mercadorias manteve uma tendência ascendente entre 2013 e 2019, com uma facturação sectorial a atingir os 18.859 milhões de euros em 2019, o que traduz uma subida de 4.4% face ao ano anterior. Em Portugal, o crescimento foi de 4.3% para 3050 milhões de euros enquanto em Espanha o volume de negócios atingiu os 15.800 milhões de euros.

Em Portugal, os serviços de transporte internacional detêm a maior fatia de facturação, representando um pouco mais de metade do volume de negócios total. Em Espanha, o peso do transporte nacional é maior, com uma percentagem do total próxima dos 80%.

Share This

Partilhar este artigo