O Grupo Garland estabeleceu um novo valor recorde no Porto de Lisboa, ao ter sido responsável pelo transporte de 82.640 toneladas métricas de milho proveniente do Brasil até ao terminal de Granéis Alimentares da Trafaria. Em comunicado, o grupo explica que se tratou “do maior graneleiro e com maior quantidade de carga atendido pelas empresas de agenciamento de navegação do Grupo Garland”, o “CSSC AMSTERDAM”, com 255 metros de comprimento e 43 de boca.

Ao longo de 2020 a empresa portuguesa tem vindo a bater alguns outros recordes no transporte de cereais nos portos portugueses, destinando-se a maioria das cargas à indústria agro-alimentar nacional.

A operação de descarga implicou diversos desafios. Em comunicado, o Grupo Garland explica que “não só o volume de mercadoria foi o mais elevado de sempre que o terminal da Trafaria recepcionou, como o mau tempo que se fez sentir durante a operação levou a que a mesma só ficasse concluída duas semanas após a chegada do navio ao terminal especializado em cargas de granéis agro-alimentares”, equiparado aos melhores da Europa pela tecnologia de que dispõe e pelas suas águas profundas.

Através desta movimentação de carga, a Garland fechou a actividade das empresas de navegação, que no ano passado movimentaram 1,7 milhões de toneladas de carga a granel, sólido e líquido, operadas nos portos de Lisboa e Leixões, na sua maioria produtos agrícolas, destinados à indústria alimentar, tanto humana como animal.

Share This

Partilhar este artigo