A Medalha de Ouro da EcoVadis, plataforma de classificação do desempenho de sustentabilidade na cadeia de fornecimento global, foi atribuída ao operador logístico Luís Simões, pela sua gestão da Responsabilidade Social Corporativa (RSC) na área dos transportes durante o ano de 2019. É o segundo ano consecutivo em que o grupo obtém esta classificação, tendo estabelecido o objectivo de continuar a avançar nesta direcção, consolidando-se como uma empresa responsável.

O reconhecimento é fruto do esforço conjunto das diferentes áreas do operador para construir um modelo de distribuição que contribua para o cumprimento dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) definidos pela Organização das Nações Unidas.


O operador logístico foi reconhecido pela gestão da sua RSC em diversos aspectos do negócio, como Sustentabilidade, Ética e Direitos Laborais

Para a avaliação, a plataforma EcoVadis analisou as políticas da Luís Simões no que toca a Sustentabilidade, Ética, Práticas Laborais e Direitos Humanos e Compras Sustentáveis. No conjunto, o operador alcançou uma pontuação de 69/100, e uma classificação superior à média do sector em cada um dos aspetos analisados.

“Acreditamos num modelo de Transporte e Logística que seja sustentável e respeite o meio ambiente e as pessoas. Na Luís Simões temos um compromisso de melhoria contínua para nos posicionarmos como um operador logístico responsável, apoiando-nos para isso em três pilares fundamentais: o progresso social, económico e ambiental”, explica Cláudia Simões, Coordenadora da área de Desenvolvimento Sustentável da empresa.


A área de Transportes do grupo alcançou uma pontuação superior à média do sector em todos os indicadores analisados

É precisamente neste último ponto que o operador está a conseguir grandes progressos. Durante o último ano, a empresa conseguiu reduzir as suas emissões de CO2 em 1.313 toneladas, graças ao esforço coordenado das áreas de Transporte e Logística. No que diz respeito ao Transporte, o Grupo aposta na utilização de camiões frigoríficos com menores níveis de emissões de gases de efeito de estufa e na incorporação de sistemas ecoDriving, que permitem reduzir o consumo de gasóleo. A Luís Simões destaca ainda o investimento na renovação da frota com sistemas de segurança que promovem uma condução mais eficiente, melhorando a segurança rodoviária e a eficiência energética.

Para além disso, a Luís Simões foi também pioneira na introdução de gigaliners na Península Ibérica, e conta atualmente com 10 unidades em circulação. Estes veículos aumentam a capacidade de carga útil por viagem em 33%, encurtando a distância percorrida e conseguindo, assim, maior eficiência e um menor consumo de combustível.

Share This

Partilhar este artigo