A Volvo Cars irá aplicar um investimento na empresa de tecnologia blockchain Circulor, uma vez que ambas têm vindo a colaborar na implementação desta tecnologia para aumentar o rastreio global do cobalto utilizado nas baterias dos Volvo electrificados.

Utilizada na cadeia de fornecimento de baterias da marca, a tecnologia blockchain da Circulor permitirá rastrear a 100% o cobalto utilizado no novo XC40 Recharge P8, o primeiro veículo totalmente eléctrico que será produzido ainda este ano.

Tanto a Volvo como a Circulor estão a estudar a possibilidade de ampliar a sua colaboração com a blockchain para outras áreas, como por exemplo na redução da pegada ambiental de CO2.

Martina Buchhauser, Head of Procurement da Volvo Cars, refere a importância do compromisso da empresa com os princípios éticos no fornecimento das suas matérias-primas, “a nossa parceria com a Circulor tem sido fundamental para esse objectivo. Ao apoiar o desenvolvimento da Circulor podemos expandir o uso da tecnologia blockchain nas nossas operações e assim contribuir para um negócio mais sustentável”.

A Volvo Cars foi a primeira fabricante de automóveis a implementar um rastreio global do cobalto utilizado nas suas baterias através da tecnologia blockchain desenvolvida pela Circulor e implementada na parceira que a Volvo mantém com os seus fornecedores de baterias, a CATL e a LG Chem.

Share This

Partilhar este artigo