As empresas do mundo inteiro sofreram e sentiram o impacto drástico do COVID-19 nas suas cadeias de abastecimento. O comportamento imprevisível do consumidor em resposta a eventos macro, como a crise que estamos a enfrentar, aumenta a volatilidade da procura em toda a cadeia e, por isso, a Supply Chain Magazine e a ToolsGroup promoveram na semana passada o webinar “Planificação Eficiente da Supply Chain em Época de Covid-19”.

Ao longo do webinar ficou claro para os participantes que agir de maneira rápida e eficiente ajuda, não apenas a recuperar com mais sucesso, mas também a estar mais bem preparado para uma próxima interrupção na cadeia de abastecimento.
Durante o webinar a organização aproveitou para tomar o pulso à resposta dada pelos participantes aos acontecimentos e em simultâneo tentar perceber como estão as supply chain preparadas para responder ao inesperado e ao risco.

À pergunta “A sua supply chain conta com um plano de crise?” 47% dos participantes no webinar responderam: “Sim e executámo-la nestas últimas semanas”, por oposição aos 13% que responderam “Não tínhamos mas agora já temos um plano para a próxima crise”, enquanto que 20% dos participantes revelaram que no seu caso não tinham nenhum plano de crise.

Uma supply chain resiliente é aquela que consegue antever comportamentos, minimizando surpresas e conseguindo por isso responder de maneira eficiente. Por tal, aos participantes neste webinar foi também perguntado “Qual é a sua estratégia de negócio nesta altura?”. 73% dos profissionais responderam que esta passa por “Aproveitar novas oportunidades surgidas durante a crise”, 45% estão empenhados em ampliar quota de mercado e superar os concorrentes e 36% trabalhar para limitar riscos e perdas económicas. Esperar para ver não faz parte do léxico destes profissionais de logística e supply chain.

Aliás, quase que se pode afirmar sem margem para grandes dúvidas que o foco está claramente em seguir em frente, a avaliar pelas respostas dadas à ultima questão que foi colocada durante o webinar. 64% diz que “Tornar a minha supply chain robusta com tecnologia específica” está entre as suas prioridades para continuar e avançar, 50% considera fundamental potenciar a colaboração com os seus fornecedores e 14% procuram maximizar a margem das suas operações.

Ricard Pascual e Pilar Hernández, da ToolsGroup, foram os dois especialistas que ao longo de 1h30 ajudaram os profissionais inscritos a perceber alguns dos maiores riscos colocados pela pandemia em termos de procura, armazenagem e abastecimento, como agir para atingir os níveis de serviço pretendidos e incentivar a recuperação activa dos seus negócios, tendo por base um conjunto de casos práticos baseados nas respostas que algumas empresas estão a implementar para responder à crise do COVID-19.

Share This

Partilhar este artigo