O ERP da Quidgest, o SINGAP, está preparado para integrar, em tempo real, as alterações das medidas legislativas extraordinárias implementadas para dar resposta à Covid-19.

O decreto-lei consagra regimes excepcionais de contratação pública e de autorização de despesa pública, que visam conciliar a celeridade procedimental exigida com a defesa dos interesses do Estado e a rigorosa transparência nos gastos públicos.

Assim, a nova lei prevê a possibilidade de as entidades adjudicantes recorreram ao ajuste directo simplificado para a formação de contratos de locação e de aquisição de bens e de serviços, até aos 20 mil euros.

Os módulos de gestão patrimonial, contratação e procurement estão preparados para cumprir o novo decreto-lei, aplicável às entidades do sector público empresarial e do sector público administrativo, bem como às autarquias locais. Desta forma, é possível simplificar e agilizar a contratação, aquisição de bens e serviços, já directamente através do SINGAP, sem necessitar de soluções externas improvisadas e, assim, minimizar problemas logísticos e administrativos causados pela pandemia.

De acordo com a Quidgest “esta é uma solução inovadora, ágil e diferenciadora, pensada para impulsionar e facilitar a transformação digital de quem quer estar um passo à frente, sobretudo em situações imprevistas e urgentes”.

Share This

Partilhar este artigo