O Porto da Figueira da Foz passou a disponibilizar desde ontem, 22 de Abril, a Janela Única Logística (JUL) aos seus clientes e autoridades. Esta inovadora plataforma tecnológica vem substituir o sistema Janela Única Portuária (JUP), que funcionou com grande sucesso nos últimos anos, no âmbito da simplificação administrativa dos procedimentos portuários.

Desta forma, o Porto da Figueira da Foz coloca-se no pelotão da frente dos sistemas de gestão portuária ao assumir esta nova plataforma, que partindo da excelente experiência que a JUP proporcionou, se estende para lá do transporte marítimo e alargará faseadamente a sua abrangência ao longo das cadeias logísticas.

A JUL é um projecto de grande ambição, constituindo-se como um ecossistema digital para o desenvolvimento do negócio e criação de valor nas redes logísticas e portuárias. Através deste ecossistema os actores das redes logísticas e as autoridades partilham informação em tempo real e alinham processos para assegurar a sincronização das operações, nomeadamente através da integração digital multimodal dos vários meios de transporte (marítimo-ferroviário-rodoviário) e dos vários nós das cadeias logísticas que utilizam os portos portugueses.

O projecto JUL tem a coordenação nacional por parte da Direção-Geral de Recursos Naturais, Segurança e Serviços Marítimos (DGRM) e é operacionalizado pela Associação dos Portos de Portugal (APP) e todas as Administrações Portuárias do continente e ilhas. Conta com a participação das autoridades relevantes no projecto e de um conjunto alargado de operadores económicos e respectivas associações.

“O arranque agora no Porto da Figueira da Foz resulta de um intenso trabalho iniciado localmente com a APFF no início do corrente ano, tendo sido fundamental a parceria estabelecida e o profícuo trabalho com toda a comunidade portuária. Este facto é ainda mais relevante na medida em que o período difícil que todos vivemos com a Pandemia motivou uma adaptação na forma como os trabalhos decorreram na recta final da implementação, mas nem por isso deixou de existir motivação para a conclusão deste processo de evolução. O arranque decorre em pleno estado de emergência nacional, no qual a utilização das tecnologias tem sido intensificada, sendo, desta forma, o Porto da Figueira da Foz também um excelente exemplo desta boa prática higiénica e de resiliência”, salienta aquela administração portuária em comunicado.

Com a JUL em funcionamento, abre-se agora uma nova fase de evolução digital do Porto da Figueira da Foz: inovação dos processos, sustentabilidade nas operações, e crescimento de negócios.

Share This

Partilhar este artigo