Nuno Cardoso foi eleito Presidente da Associação de Distribuidores Farmcêuticos (ADIFA), para o triénio 2020/2022.

Secretário-Geral da ADIFA desde 2017, Nuno Cardoso é farmacêutico e é Mestre pela Faculdade de Farmácia da Universidade de Lisboa. Desde 2018 que integra vários grupos de trabalho e comités da European Healthcare Distribution Association (GIRP) e, desde 2019, a Direcção da Secção Regional do Sul e Regiões Autónomas da Ordem dos Farmacêuticos.

“É com grande honra e sentido de responsabilidade que assumo a presidência da ADIFA, num momento em que tantos desafios se impõem. A distribuição farmacêutica de serviço completo é o elo vital do circuito farmacêutico, assegurando, no dia-a-dia, o abastecimento atempado e contínuo das farmácias em todo o território nacional, permitindo a acessibilidade aos medicamentos, dispositivos médicos e produtos de saúde essenciais para a saúde e bem-estar da população”, afirma Nuno Cardoso.

Enquanto Presidente da ADIFA, explica que, em relação ao futuro, o trabalho deve continuar a ser desenvolvido, em conjunto com as empresas associadas, “debatendo com as diversas entidades governamentais e decisores políticos a necessidade de se adoptarem medidas que assegurem a valorização, sustentabilidade e o desenvolvimento do sector da distribuição farmacêutica, garantindo as condições para continuar a assegurar este serviço essencial”.

Em relação ao momento que se vive, em função da pandemia Covid-19, o Presidente salienta que o papel da distribuição de serviço completo é ainda mais evidente nesta emergência de saúde pública.

As empresas associadas da ADIFA têm reunido esforços para assegurar a continuidade do abastecimento em Portugal. Nuno Cardoso reforça que “a distribuição farmacêutica de serviço completo fará sempre parte das soluções para os diversos desafios e, como tal, está totalmente disponível para, em colaboração com as farmácias e hospitais, participar na transição de medicamentos de uso hospitalar para as farmácias, melhorando o acesso das pessoas aos medicamentos de que necessitam”.

Share This

Partilhar este artigo