A Comissão Europeia decidiu criar uma reserva estratégica de equipamento médico, nomeadamente ventiladores e máscaras de protecção, para apoiar os Estados-Membros na luta contra o Covid-19. Denominada de rescEU, a medida contemplará ainda vacinas, meios terapêuticos e material de laboratório.

A Comissão irá financiar 90% do custo da reserva, sendo que o orçamento inicial da União Europeia (UE) para esta estratégia é de 50 milhões de euros, cujos 40 milhões carecem de aprovação das autoridades orçamentais.

Os Estados-Membros ficarão responsáveis pelo concurso para a aquisição do equipamento e, por sua vez, a tarefa de gestão e distribuição do equipamento está a cargo do Centro de Coordenação de Resposta de Emergência, de modo a que “chegue onde será mais necessário”, refere a Comissão em comunicado.

A partir de 20 de Março, os Estados-Membros poderão solicitar uma subvenção directa da Comissão Europeia se pretenderem ter uma reserva no seu território.

A rescEU integra-se no Mecanismo de Protecção Civil da EU, ao qual os países podem recorrer quando a gravidade da situação de emergência ultrapassa a sua capacidade de resposta.

Em Portugal, também haverá equipamento a chegar aos hospitais em breve, graças à EDP e China Three Gorges (CTG) que anunciaram uma doação de 50 ventiladores, 200 monitores e outros, através de um investimento de quatro milhões de euros, destinados a combater a pandemia do Coronavírus.

“Estes equipamentos médicos, já homologados pelo Ministério da Saúde, podem mostrar-se decisivos para todos aqueles que sejam afectados de modo mais crítico pela covid-19, sobretudo numa altura em que os stocks mundiais se têm mostrado insuficientes para a elevada procura”, frisa a EDP.

Os ventiladores e monitores estarão disponíveis para serem transportados no dia 27 de Março e estima-se que cheguem ao nosso país no final do presente mês. Posteriormente serão entregues ao Ministério da Saúde.

A empresa termina afirmando que “com esta iniciativa, a EDP e a CTG juntam-se ao esforço colectivo das equipas médicas no terreno na luta contra esta epidemia”.

Share This

Partilhar este artigo