Ainda antes de ser lançado para o mercado, o primeiro automóvel eléctrico da Audi encontra-se com a produção parada devido a problemas no abastecimento de baterias. A confirmação da paragem foi dada pela própria Audi, e sabe-se que desde que iniciou a produção têm-se sentido vários problemas ao nível de software, baterias e na produção.

O próximo concorrente da Tesla já tinha sentido este problema em Abril do ano passado, e agora repete-se esta necessidade que muitas outras empresas fabricantes de automóveis eléctricos se encontram a enfrentar.

A LG Chem, um dos principais fornecedores de baterias e o único da marca alemã, tem revelado dificuldades em conseguir responder a todos os pedidos que tem tido, e isso envolve marcas tão distintas como as empresas do Grupo Daimler, do Grupo PSA, Jaguar, Volkswagen, Tesla, Hyundai, Volvo, entre outras.

Várias empresas, algumas delas referidas acima, já se encontram a estudar opções alternativas e a avançar com a própria produção de baterias e/ou de células, em parceria com empresas do sector, como são os casos recentes da LG Chem ou da SK Innovation.

Share This

Partilhar este artigo