‘Innovations & Highlights 2020’ foi o mote que trouxe mais de 60 jornalistas de 18 países a Hamburgo, a uma conferência internacional, no dia 30 de Janeiro, para conhecer as principais tendências e novidades da Jungheinrich no campo da intralogística, e a SCM marcou presença.

A abertura contou com a introdução de Christian Erlach, Member of the Board of Management, Marketing & Sales da Jungheinrich AG, que apresentou alguns números relativos ao desempenho da empresa durante 2019, bem como as mudanças que foram ocorrendo, frisando a entrada de Sabine Neuß, a primeira mulher no Board of Management. Fez ainda a previsão do volume do mercado para 2020 que deverá abrandar.

O evento, centrou-se em quatro temas-chave que irão marcar o ano de 2020, como a utilização de ião-lítio em novos conceitos e soluções de energia, a digitalização e conectividade, a automação através de equipamentos AGV, e a segurança reflectida nos sistemas de assistência.

O novo P30i é uma das grandes novidades. Trata-se de um empilhador eléctrico contrabalançado de alta-tensão na carcaça de um empilhador a diesel. Projectado para o uso pesado em ambientes outdoor devido à tecnologia de iões de lítio, o equipamento de movimentação destaca-se pelos pneus, chassi e cabine de protecção do operador. Tem integrada uma bateria de ião-lítio em dois módulos de 25kW por hora cada, fornecendo energia suficiente para uso intensivo até três turnos.

“A electrificação dos empilhadores de motor de combustão interna e a conversão da tecnologia de chumbo-ácido para iões de lítio é uma das tendências mais importantes da intralogística actualmente”, refere a empresa em comunicado. O que nos leva à próxima grande inovação desenvolvida pela Jungheinrich, que consiste numa solução inteligente de armazenamento de energia para uso interno e externo, para evitar grandes picos de procura da rede eléctrica. Estes sistemas permitem utilizar frotas a ião de lítio e evitam a dispendiosa expansão das conexões da rede que existe nos armazéns.

Fornecem alta-potência a equipamentos de carregamento rápido a curto-prazo, como é o caso do P30i. Para este empilhador, a empresa desenvolveu uma estação de recarga compacta e um sistema de energia externa transportável, além de um carregador rápido para uso externo. Neste âmbito, o equipamento pode ser carregado rapidamente, não necessitando de recorrer a um potente sistema de alimentação de energia no local da operação.

Para ambientes indoor a Jungheinrich criou um sistema modular de armazenamento de energia, com sensores a iões de lítio, destinado a clientes industriais e de logística. A sua configuração oferece uma capacidade de armazenamento que varia entre 41 a 280kW por hora. Pode ser integrado numa estrutura electrónica existente, e ainda ser expandido individualmente.

Entre as soluções apresentadas na conferência há algumas que se destacam em função do posicionamento estratégico em Portugal. Assim, apresentou-se a mais recente funcionalidade do sistema de assistência óptica da família addedVIEW: uma câmara integrada no equipamento de movimentação que realiza um scan inteligente dos produtos.

A câmara integrada, que será introduzida no mercado este ano, permite ler os códigos-de-barras nos compartimentos de armazenagem de produtos que, ao conectar o sistema de assistência com o de gestão das mercadorias do cliente, através da Jungheinrich Logistics Interface, faz uma comparação real do conteúdo do código-de-barras com as especificações do sistema de gestão de mercadorias. A localização e o conteúdo do código dos produtos são comparados com as informações do sistema de administração destacado visualmente.

A nível de equipamentos, o primeiro de movimentação de mercadorias com uma bateria de iões de lítio integrada, o ETV 216i, foi apresentado pela Jungheinrich em 2018. Agora a novidade passa por integrar um novo carregador no empilhador directamente na bateria a ião-lítio, tornando-o mais flexível. Esta inovação mostra-se estratégica para o mercado português. A verdade é que a tecnologia de iões de lítio traz inúmeras vantagens, sendo a principal a possibilidade de ser recarregada em pouco tempo, aumentando a disponibilidade dos equipamentos funcionando sem emissões.

Destaca-se ainda os novos veículos que irão alargar a família ERCi. Trata-se de empilhadores compactos e manobráveis graças à bateria integrada de iões de lítio, e, neste caso, a unidade de armazenamento de energia está agora posicionada no centro do veículo. Oferecem ainda conforto e protecção ao operador.

Foram ainda apresentadas outras novidades que se distinguem pela inovação, como é o caso do novo porta-paletes multifuncional EJD 222, os novos empilhadores de contra-peso das séries VFG 3s e 4s e o alargamento do portefólio dos Automated Guided Vehicles (AGV) com o modelo ERC 213a.

As novidades anunciadas pela empresa serão apresentadas na LogiMAT 2020, no dia 10 de Março, em Estugarda. Contudo, foi em Hamburgo que soubemos, em primeira-mão as novidades que irão marcar o ano de 2020 da Jungheinrich. Desde a electrificação dos equipamentos à segurança e automatização. Estas são as principais apostas da empresa alemã. Com o principal foco em tornar as operações do armazém mais eficientes, a Jungheinrich está a adoptar medidas que não só são viáveis, mas também sustentáveis, reduzindo significativamente a produção de CO2.

Poderá ler o artigo completo na edição de Fevereiro da nossa revista.

Share This

Partilhar este artigo