No ano de 2019 a Mercadona fez compras a fornecedores nacionais no valor de 126 milhões de euros. O valor suplanta a estimativa de 90 milhões realizada pelo Presidente da cadeia espanhola, Juan Roig, em Julho. Desde que anunciou a sua entrada em Portugal, a marca já adquiriu 329 milhões a produtores e fornecedores nacionais.

A Directora de Relações Externas da Mercadona, Elena Aldana, refere que “a maioria (cerca de 90%) do que compramos foi exportado para Espanha para ser vendido na rede de mais de 1600 supermercados. 10% foi adquirido pela Irmadona, a dona das lojas em Portugal”.

Para as lojas de Portugal, a marca espanhola desenvolveu um sortido, com cerca de 5000 referências, dirigido ao consumidor português, o que levou a seleccionar uma série de fornecedores de produtos nacionais de forma a adaptar-se ao gosto local.

Ao fornecedor Lactaçores, a Mercadona comprou manteiga, leite e vários tipos de queijo para as lojas tanto de Portugal como de Espanha. Só em 2019 somaram-se cerca de 30.000 litros de leite do arquipélago, embora comprem igualmente este produto no resto do país.

Entre os 300 fornecedores portugueses da cadeia de distribuição espanhola há vários na área das frutícolas, como a Cooperfrutas, Frutas Cruzeiro, Patrícia Pilar, Global Fruit ou a Frutitaipina. O ano passado foram compradas 1156 toneladas de pera-rocha, 3794 toneladas de maçã royal gala e 2351 de maçã golden, e ainda 22 toneladas de banana da região da Madeira.

As lotas nacionais também foram escolhidas pela Mercadona para adquirir peixe onde se registou 1500 toneladas.

Foram estes produtos que contribuíram para o crescimento de 43% em relação a 2018. Desde 2016, ano que anunciaram a entrada em Portugal, que a cadeia espanhola tem vindo a reforçar as suas compras no país.

Share This

Partilhar este artigo