Em 2019 as exportações de Pêra Rocha atingiram novos máximos. Ao subir para 90 milhões de euros, esta área do sector agrícola apresentou um aumento de 16% face aos resultados do ano anterior. O anúncio foi feito na semana passada por parte do presidente da Associação Nacional de Produtores de Pera Rocha (ANP), Domingos dos Santos, que defende que este crescimento se deve “ao trabalho das centrais fruteiras e ao trabalho de promoção em novos mercados”.

Um dos importantes factores para este crescimento foi a exportação criada pelo LIDL Internacional, que investiu em mais de 10 mil toneladas de fruta para os seus hipermercados na Alemanha, França, Espanha, Luxemburgo, Áustria e Inglaterra. A parceria foi criada em 2014, tendo sido exportadas entre duas e três mil toneladas de frutas, tendo-se reunido 14 empresas para abastecer esses mercados. Desde então, segundo revela Jorge Silva, director das Frutas e Legumes do LIDL em Portugal, este abastecimento tem vindo “a crescer de forma sustentável”, e actualmente saem, por semana, 32 camiões de Pêra Rocha do Oeste para supermercados LIDL.

A ANP tem vindo a promover o produto português através da sua participação em feiras internacionais em países como a Espanha, Alemanha, China e Peru, convites a jornalistas, chefs e bloggers estrangeiros à região Oeste, e mesmo promovendo a fruta através de 700 mupis colocados estrategicamente em Paris. A Pêra Rocha esteve também presente em 1.730 voos da TAP, com destino a Alemanha, França, Reino Unido e Espanha.

O sector da produção investiu, nos últimos três anos, 430 mil euros num projecto de promoção da fruta na Alemanha, Brasil, Espanha, França, Reino Unido, Peru e China. “O retorno é bastante positivo e temos de continuar este trabalho de promoção”, comenta Domingos dos Santos.

Por parte do Ministério da Agricultura, Cláudia Sá, da Direcção-Geral da Alimentação e Veterinária, avança que estão em curso processos para desbloquear os mercados da China, Equador, África do Sul, Chile, Coreia do Sul, Indonésia e Índia. A ANP esteve no final do ano passado na China de modo a promover a Pêra Rocha, tendo recebido um bom feedback por parte deste mercado.

A Pêra Rocha do Oeste é produzida, na sua grande maioria (99%), entre os concelhos de Mafra e de Leiria, sendo o Cadaval e o Bombarral os principais produtores. Na última campanha foram colhidas 200 mil toneladas de Pêra Rocha, sendo que 60% dessa produção teve como destino os mercado internacionais, com Marrocos no topo, seguido do Brasil e de Inglaterra.

Share This

Partilhar este artigo