Depois de o Tribunal Administrativo e Fiscal (TAF) ter “indeferido a providência cautelar interposta pelos moradores” relativamente às obras da plataforma logística da JDC em Lagueirões, saiu agora uma nova nota que confirma que estas estão, na verdade, legais – o defendido anteriormente pela Câmara de Valongo.

“Já podem ser retomadas as obras nos terrenos localizados junto à Rua Álvares Cabral”, avança a Câmara em comunicado, sendo que hoje foi precisamente a data prevista para avançarem com as obras.

As obras de construção da plataforma logística decorreram até Agosto, cinco meses depois da providência cautelar para parar as obras. Na base das queixas dos moradores está o facto de “temerem perder o sossego e a segurança, a desvalorização das habitações”.

Com esta nova decisão, cria-se uma nova providência a pedir a anulação do licenciamento autorizado pelo município, ao que os moradores consideram que “viola o Plano Director Municipal”.

Já em Setembro de 2017 se falava nesta questão, na altura, na possibilidade de se instalar nesta localidade a plataforma logística da transportadora, e que iria alegadamente colocar nas ruas mais 55 camiões TIR.

Share This

Partilhar este artigo