A Circulytics é a primeira ferramenta de avaliação que permite que empresas individuais meçam com precisão a preparação para a economia circular e o desempenho nessa área de cada empresa como um todo.

A Brambles, empresa líder em logística da cadeia de abastecimento e reconhecida como referência na operação de modelos circulares, participou recentemente no desenvolvimento da nova ferramenta de avaliação de circularidade da Ellen MacArthur Foundation: a Circulytics.

Esta nova ferramenta, para além da simples medição de fluxos de materiais, proporciona informações claras sobre todas as operações circulares, identifica áreas para melhorias imediatas e destaca oportunidades para a inovação estratégica, sendo de salientar que “até à data, não havia uma forma de medir exaustivamente a circularidade”, sublinha o comunicado da Brambles.

A Circulytics aplica dados e métricas para medir a transição das empresas para uma economia circular, facilitando a compreensão e o acompanhamento da mesma. Agora, as empresas têm um enquadramento de referência, o que lhes possibilita eliminar o desperdício e desenvolver estratégias que garantam um impacto ambiental positivo, permitindo ainda melhorarem os respectivos resultados finais e o valor da marca com as partes interessadas. Gerir os dados desta forma facilita a avaliação da posição atual de cada empresa e respectivo progresso de uma forma simples e clara.

A economia circular procura reduzir o desperdício e a poluição, bem como manter produtos e materiais em utilização, ao mesmo tempo que regenera os sistemas naturais. Com um modelo do tipo “partilhar e reutilizar” para os seus 330 milhões de activos de entrega, a Brambles começou a estabelecer a economia circular muito antes de este termo se tornar a presença constante que é actualmente e num sector em que a linearidade continua a ser o modelo de operação dominante.

Andrew Morlet, CEO da Ellen MacArthur Foundation, realçou que “globalmente, cada vez mais empresas estão a aceitar a oportunidade de uma economia circular para criar novas áreas de valor e dar resposta a desafios como as alterações climáticas, a poluição e a perda de biodiversidade. A Circulytics foi criada para ajudar a que essa transição aconteça rapidamente e na medida certa.”

Michael Pooley, Presidente da CHEP Europe, empresa da Brambles, acrescentou: “Foi com imenso gosto que demos o nosso contributo para o desenvolvimento da Circulytics. Esta ferramenta documenta os pontos fortes de uma empresa e realça as áreas a melhorar. Acreditamos que esta será a primeira ferramenta a estimular o tipo de desenvolvimento estratégico de que as empresas e o planeta precisam.”

A Circulytics divide o respectivo sistema de medição naquilo a que chama “catalisadores” e “resultados”. Os primeiros são elementos da própria empresa, como estratégia, pessoas, sistemas e processos, inovação e envolvimento externo com clientes e fornecedores. Os segundos estão relacionados com entradas (materiais e energia) e o modo como os resultados na forma de produtos ou serviços contribuem para a economia circular.

Este índice permite a qualquer empresa avaliar a circularidade de fluxos de produção e a cadeia de valor da empresa como um todo. As empresas recebem um resultado cumulativo numa série de temas e, muito importante, informações e comentários personalizados da Ellen MacArthur Foundation.

Share This

Partilhar este artigo