No seu estudo sobre as startups que estão a transformar a supply chain e a logística, a CB Insights incluiu a portuguesa HUUB na sua lista, destacando-a pelo seu papel em “Data, Analytics & Visibility”.

A inclusão da startup nesta lista realça o papel da HUUB como um dos principais players que está a trazer transparência à indústria através de dados, análise e toda a visibilidade sobre os processos que tendem a estar desagregados.

“Este é um reconhecimento muito significativo, visto que a CB Insights é uma entidade de renome responsável por uma plataforma de inteligência de maquinaria, análise inteligente e rede global de executivos e startups que visam esclarecer indústrias e empresas sobre crescimento, competição e tecnologia”, comenta Luís Roque, co-fundador e CEO da HUUB.

A HUUB foi criada em 2015 por Luís Roque, Tiago Paiva, Pedro Santos e Tiago Craveiro, tendo recebido grandes investimentos ao longo dos seus poucos anos de existência, e inclusive crescido a três dígitos em 2018, com a ambição de duplicar os resultados em 2019.

Na sua base, é uma startup da área da logística que actua no sector da moda, procurando facilitar as operações para os retalhistas, gerindo a totalidade do fluxo físico a nível mundial das marcas com as quais trabalham, através da plataforma Spoke. Deste modo, e com acesso a uma cadeia de abastecimento optimizada, é dada uma oportunidade aos pequenos de competir com os gigantes da moda.

A nível da transparência e sustentabilidade, a HUUB apresentou na recente edição do Web Summit o seu programa a dois anos para a redução da pegada carbónica para a indústria da moda. Segundo anunciaram, esperam neste tempo já conseguir disponibilizar às empresas cuja logística é gerida pela startup cerca de 70% da sua pegada ecológica. Nesse mesmo anúncio, a HUUB referia que o impacto da indústria da moda no ambiente é cerca de 8% da pegada carbónica global.

O objectivo da empresa é mostrar aos seus parceiros o impacto que têm, não apenas na emissão directa de carbono, mas também o custo ambiental das suas matérias-primas.

Share This

Partilhar este artigo