A Savills divulgou aquelas que serão as principais tendências para o mercado imobiliário no sector da logística em 2020, apresentando ainda as melhores oportunidades de investimento neste âmbito, em Portugal.

Nuno Esteves, Associate do departamento Development da Savills, refere que no período entre 2011 e 2020, verifica-se um mercado imobiliário “pouco organizado e disperso” em Portugal. “Existe oferta assim como qualidade nos imóveis disponíveis para o mercado logístico, factor este que induz a alguma instabilidade de norte a sul do país. Por outro lado, assistimos ainda a um hiato no que se refere a novos projectos, bem como a promotores dedicados”, salienta.

Verifica-se ainda que unidades em utilização estão desactualizadas em relação às necessidades actuais e o investidor procura classes de activos mais líquidos com saídas mais rápidas, correndo riscos relativamente baixos e apostando na edificação especulativa.

“Também a concentração da oferta na periferia dos aglomerados urbanos e a compressão de Yield noutras classes de activos leva à atractividade pela Prime Yield Logística. Neste sentido, identificam-se oportunidades de investimento e a existência de Pipeline, bem como alguns lançamentos de projectos com edificação especulativa, insuficientes face à procura registada”, explica o responsável.

Num futuro próximo, tendência será que a oferta evolua, assim como a quantidade e qualidade dos imóveis neste sector.

Share This

Partilhar este artigo