A Câmara Municipal da Azambuja irá construir o Núcleo de Formação Profissional, através de um investimento global de um milhão de euros, onde se pretende privilegiar as áreas de agro-indústria, logística e turismo rural e agropecuária.

O núcleo surge com o objectivo de aumentar as opções de ensino para os estudantes do concelho em função dos ciclos económicos, em colaboração com o tecido empresarial local e regional.

Além disso, a decisão de criar este núcleo também advém de um inquérito realizado a 338 alunos do oitavo e nono ano de escolaridade, a propósito da revisão da carta educativa do concelho.

Sílvia Vítor, vereadora do pelouro da educação, refere que “muitos dos inquiridos apontavam para o prosseguimento dos estudos na via profissional e a nossa decisão foi tomada nesse sentido”.

Sobre a hipótese de vir a ser criada uma Escola Profissional na Azambuja, 36% dos estudantes consideram a sua inscrição num dos cursos.

Share This

Partilhar este artigo