A ID Logistics  anunciou a aquisição dos activos da empresa norte-americana Jagged Peak, empresa de serviços de logística especializada em e-commerce, multicanal e produtos de grande consumo.

Eric Hémar, presidente e CEO da ID Logistics, refere que “esta aquisição representa uma oportunidade estratégica excepcional para expandir a pegada geográfica do Grupo para um novo continente. Além do mercado americano, um país com um forte potencial para a nossa atividade, esta operação demonstra a confiança e a satisfação da marca Nespresso, um dos nossos clientes de longa data que nos confia a gestão dos seus fluxos logísticos nos Estado Unidos”.

Fundada em 2000 e sediada em Tampa, na Florida, a Jagged Peak é uma empresa de serviços de logística especializada em e-commerce, que alcançou uma receita de vendas de 80 milhões de dólares em 2018 e conta com cerca de 200 trabalhadores. A empresa destaca-se pela sua capacidade de implantar uma oferta de preparação e distribuição de pedidos em todo o continente, por conta própria ou através de uma rede de parceiros, graças a uma organização eficiente e a um sistema de TI exclusivo. Essa ferramenta de gestão integrada, que inclui módulos de OMS, WMS e TMS, oferece aos principais clientes de e-Commerce a oportunidade de distribuir os seus produtos por toda a América do Norte em tempo recorde.

Uma parte significativa da receita da Jagged Peak é gerada através da marca Nespresso, pelas suas atividades B2B e B2C, incluindo através do mercado para os líderes americanos de e-commerce. Como cliente de longa data na Europa, a Nespresso está bastante satisfeita por poder contar com a experiência da ID Logistics e expandir a sua parceria aos Estados Unidos, que é um dos seus mercados de rápido crescimento.

Através desta aquisição, a ID Logistics está a expandir as suas operações nos Estados Unidos, abrindo caminho para novas oportunidades de crescimento, orgânico e externo. A aquisição da Jagged Peak teve um custo de 15 milhões de dólares e o processo estará finalizado antes do final de 2019, após aprovação das autoridades americanas competentes.

Share This

Partilhar este artigo