A DB Schenker terminou com sucesso um projecto teste que visa o uso de exoesqueletos em diferentes centros de trabalho, com o objectivo de libertar os trabalhadores de tarefas consideradas exigentes do ponto de vista físico.

Estes dispositivos tecnológicos consistem em estruturas de suporte electromecânicas, transportadas com o corpo, que são desenhadas para apoiar os colaboradores durante os movimentos de elevação e rotação de cargas.

A sua fisionomia permite proteger as vértebras lombares e os músculos das costas, prevenindo a tensão aplicada, muitas vezes, nestas partes do corpo.

A abordagem inicial foi realizada em torno da selecção de pedidos e da sequência de embalagens com um peso máximo de 15 quilogramas. Os colaboradores equipados com este aparelho, retiraram as embalagens das prateleiras de armazenamento e colocaram-nas em paletes enquanto que o exoesqueleto apoiava as sequências de movimento.

“Para a DB Schenker, os seus colaboradores são o activo mais importante e valioso. Por esta razão, estamos realmente satisfeitos por poder anunciar que estamos a dar passos importantes para melhorar as suas condições de trabalho e, sobretudo, contribuir para que sejam mais saudáveis. Tal aproxima-nos do nosso objectivo estratégico de ser a empresa eleita para proporcionar serviços logísticos inovadores e líderes no sector”, afirma Thomas Schulz, CHRO da Schenker AG.

Share This

Partilhar este artigo