A francesa STEF apresentou os resultados de contas referentes ao primeiro semestre do ano, tendo obtido um novo crescimento na ordem dos 7% quando comparado com o período homólogo, o que em valores numéricos significa 1,67 mil milhões de euros. Em termos de EBIT houve ainda uma variação de 40,4% quando comparado com o ano anterior, tendo melhorado o seu resultado financeiro.

Stanislas Lemor, presidente e director-geral da STEF, considera que “o Grupo concluiu um excelente 1º semestre em 2019”, destacando que todas as actividades, quer em França, quer a nível internacional, foram importantes para o bom desempenho deste primeiro semestre.

A nível da STEF Internacional, Portugal é destacado devido ao impulso que obteve no desenvolvimento da sua rede de grupagem, bem como Itália pelo crescimento das actividades de congelado e os Países Baixos, pela aquisição da empresa Netko (agora denominada STEF Raalte).

Relativamente ao segundo semestre, a STEF revela que o grupo se encontra bem posicionado para enfrentar os desafios que este apresente, revelando que irão reforçar os seus investimentos nas áreas digital e de inovação, procurando soluções que respondam às novas necessidades dos seus clientes.

Sabe-se ainda que este mês a STEF adquiriu uma empresa francesa especializada em manipulação e packaging para a indústria, DYAD, investindo em novas linhas de negócio. A aquisição desta empresa permitirá à STEF reforçar a sua actual proposta de transporte e logística, com uma nova actividade de co-manufacturing e co-packing. A empresa conta com quatro plataformas de temperatura controlada equipadas com 35 linhas de produção.

Share This

Partilhar este artigo