A proposta é simples. Durante um dia abordar a evolução que a função Compras tem registado nas empresas, mas também os desafios, os riscos, as soluções e as perspectivas que se colocam aos profissionais da área. “Tendências, competências e novas fronteiras: Da informação à criação de valor” é o tema geral da edição deste ano. Quando? A 25 de Outubro. Onde? No Campus da Nova SBE, em Carcavelos.

A 5.ª edição do evento anual “Procurement Conferência 2019”, dedicado aos Profissionais de Sourcing, Compras e Procurement nacionais, vai realizar-se no próximo dia 25 de Outubro, em Lisboa/Carcavelos, na Nova School Business & Economics, tendo como tema central “Tendências, Competências e Novas Fronteiras: da Informação à Criação de Valor”.
Em termos de participação são esperados cerca de 190 profissionais de Compras e Procurement na sala, onde pelos diferentes painéis-debate passarão responsáveis de empresas nacionais que partilharão com todos os presentes, as suas experiências e conhecimentos na área do Sourcing, Compras e Procurement.

Embora o programa ainda não esteja online, dos oradores já confirmados fazem parte nomes como Miguel Silvestre, Presidente do Conselho de administração da Plural Cooperativa Farmacêutica; João Pedro Mendes, Supplier Relationship Manager da Unidade Procurement Global da EDP Valor; Artur Mimoso, Vogal Executivo dos Serviços Partilhados do Ministério da Saúde; Pedro Bobião Regional Manager Iberia do Bureau Van Dijk – A Moody’s Analytics Company; João Bento Casimiro, Procurement Director da Fidelidade e Fátima Moura da Direcção de Compras da Luís Simões.

Um dos momentos altos este ano seguramente que será o painel integrado por Daniel Mendes da Silva, Head of Procurement EU da Amazon e por Pedro Hugo Rocha, Global Procurement Director Center of Excellence da Campari Groupo, ambos profissionais de Procurement a actuar no estrangeiro e que trazem à edição de 2019 da PROCUREMENT Conferência a sua experiência e percepção do sector tendo como pano de fundo o palco internacional onde actuam. Quais são as diferenças? E os pontos em comum? Que dificuldades sentiram ou ainda sentem no seu dia-a-dia profissional? Que vantagens e desvantagens encontram nesta aposta por uma carreira internacional? Estará a percepção do Procurement por cá realmente com uns pontos de atraso em relação ao que se faz lá fora?

Em suma, espera-se que este encontro e a dinâmica que habitualmente gera entre participantes, oradores e patrocinadores, constitua uma oportunidade única de ficar a par das principais conquistas, tendências e preocupações que estão na agenda dos profissionais de compras ao nível da indústria, dos serviços e também dos produtos e soluções.

Para mais informações, visite o site da conferência, conheça as condições de participação e/ou veja os melhores momentos da edição de 2018.

Share This

Partilhar este artigo