Já ouviu falar em smart glasses? Pois bem, esta inovação tem estado a ganhar cada vez mais força nos sectores da indústria, saúde e segurança. Apesar dos desafios, o potencial da tecnologia wearable (tecnologia de vestir), tem vindo a aumentar.

79% dos empresários acreditam que este é um método estratégico para as empresas, de acordo com a Salesforce.

Segundo a dynabook, a segurança de dados, as soluções baseadas na cloud e a melhoria da produtividade serão, num curto espaço de tempo, as principais prioridades de quem toma as decisões de TI. Os smart glasses farão parte destas decisões, mas as empresas devem ter em conta a modificação nos processos empresariais, a segurança dos dados e a integração à infraestrutura já existente na organização, aquando da introdução destes dispositivos.

De forma a melhorar a produtividade, cada empresa deve saber onde e como podem utilizar os smart glasses e, por isso, a dynabook, anunciou um conjunto de questões que poderão ajudar as organizações a perceber onde é que esta ferramenta pode potenciar o negócio:

1- Quais são os processos ou tarefas que podem ser melhorados através de notificações instantâneas, informações contextuais (em tempo real) e portabilidade incomparável oferecida por wearables?

2- Do que precisa um funcionário para realizar uma tarefa específica? Como pode um dispositivo wearable encaixar nas acções que os colaboradores já desempenham? Como pode tornar essas tarefas mais fáceis, rápidas, eficazes e seguras?

3- Quais são os sistemas de informação a que os trabalhadores precisam de aceder ou para realizar determinadas tarefas, e como é que a tecnologia wearable pode fornecer esse acesso ou gerar as informações necessárias?

4- O que realmente significa um funcionário utilizar um dispositivo wearable? De que forma podem ser incorporados no dia-a-dia dos colaboradores?

Uma vez encontradas as respostas para todas estas questões, é sinal de que a sua empresa está preparada para incorporar tecnologia wearable, de forma a criar valor para o seu negócio.

Share This

Partilhar este artigo