A multi-nacional norte-americana Starbucks investiu no rastreamento do seu café, através do Azure Blockchain Software da Microsoft, de modo a trazer mais transparência para o consumidor, fornecendo-lhe mais informações relativamente à origem do seu café. O trabalho feito com a empresa visa trazer informação em tempo real dos carregamentos de café ao longo de toda a cadeia e por todo o globo.

As informações recolhidas serão guardadas, envolvendo todos os passos e alterações sofridas ao longo deste percurso, oferecendo aos clientes uma visão mais completa da cadeia, podendo aceder aos dados relativos à origem, local de torragem e notas de degustação através da APP de telemóvel. Também através dessa aplicação, poderão saber de que forma a Starbucks apoia esses produtores.

A preocupação faz parte do compromisso ético de fornecimento da empresa, e espera-se que esta tecnologia ajude também os produtores, dando-lhes também a eles a informação sobre o destino das suas plantações. De acordo com os dados, no ano passado a Starbucks tinha fornecimento de café em mais de 380 mil quintas.

“Acredito firmemente que, ao capacitar os agricultores com conhecimento e dados através da tecnologia, podemos ajudá-los a melhorar os seus meios de subsistência”, revela Michelle Burns, senior vice-president of Global Coffee & Tea at Starbucks, acrescentando que “este tipo de transparência oferece uma oportunidade para os consumidores verem que o café que estão a saborear é o resultado de uma profunda preocupação de muitas pessoas”.

Share This

Partilhar este artigo