A mexicana FEMSA, líder mundial de comercialização de bebidas e maior engarrafadora de produtos Coca-Cola, investiu na transformação digital de modo a melhorar a sua forma de negociação e aprovisionamento. Através da implementação de uma solução SAP Ariba a empresa conseguiu automatizar cerca de 80% das suas compras, tendo voltado os compradores para a parte negocial estratégica.

“Fizemos uma análise e percebemos que a forma como comprávamos a matéria-prima era diferente de como compráva itens indirectos. Com a matéria-prima tínhamos uma organização centralizada e podíamos optimizar as negociações, com os itens indirectos, não”, explica Jorge Torres, director de abastecimento estratégico da FEMSA no México.

Com isto, as 300 distribuidoras e as 48 fábricas da FEMSA conseguiram um ganho muito mais rápido a nível de fluxo de compras.

A empresa iniciou ainda um projecto-piloto de modo a conseguir fazer o rastreamento das suas garrafas. Estimava-se que cada garrafa retornável tivesse uma média de 40 utilizações em tempo de vida útil, e como tal utilizavam mais recursos e estas eram mais pesadas, no entanto, através da introdução de códigos QR nos vidros, perceberam que estas eram apenas utilizadas, em média, 14 vezes. Deste modo, graças à tecnologia, a empresa passou a produzir vidros mais leves e mais baratos, gerando poupanças.

“Este é um exemplo de como a área de abastecimento pode inovar. Isso só foi possível porque as pessoas tiveram mais tempo para pensar em reduzir custos. Trata-se de um projecto a longo prazo, mas que deve ter futuro inclusive em países desenvolvidos que não têm o hábito de usar garrafas retornáveis, como os Estados Unidos”, comenta Jorge Torres.

Segundo conta, a parte mais difícil foi adaptar os profissionais aos novos modelos de compra, pois todos estavam habituados a um método diferente, mas que depois todos passaram a comprar através do sistema.

“Por exemplo, se um engenheiro precisa de um motor, ele entra no sistema, localiza, coloca no carrinho de compras e pronto! Ele não precisa mais de alguém para fazer as suas compras periódicas e nem para acompanhar o pedido. Ele vê onde está o motor, quando chega, tudo automático e sem burocracias”, conclui o responsável.

Desde a implementação deste sistema que a FEMSA tem vindo a apostar nesta solução em vários países da América Latina.

Share This

Partilhar este artigo